Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade

0

 

O Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH) trata-se de um problema neurobiológico, que pode ser causado por fatores genéticos, que dão seus sinais pioneiros logo na infância e frequentemente vai fazer parte da vida da pessoa para sempre.

Características do Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade

As principais características do Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade a desatenção, inquietude e impulsividade. O TDAH é chamado às vezes de DDA (Distúrbio do Déficit de Atenção). Essa palavra em inglês, também é chamado de ADD, ADHD ou de AD/HD.

Existe mesmo o TDAH ou é uma doença/mito?

Esse mal é reconhecido oficialmente por muitos países e pelo mundo através da Organização Mundial da Saúde (OMS). Em alguns lugares do mundo, como por exemplo, nos Estados Unidos, as pessoas que possuem o TDAH são protegidos por lei quanto ao recebimento de um tratamento diferenciado na escola para ter uma formação adequada, sem comprometimento por causa dessa deficiência.

Por que algumas pessoas dizem que o TDAH não existe?

Muitas pessoas acham que isso não é uma doença por causa da falta de informações científicas a respeito do problema. Alguns acreditam que o TDAH é uma invenção da sociedade moderna para a venda de terapias e medicamentos.

O TDAH é comum?

Ao contrário do que muitos imaginam, o TDAH é sim um problema bem comum. Esse é um transtorno bem mais comum nas crianças e nos adolescentes que são encaminhados para serviços especializados para tratamento assim que identificado.

O TDAH acontece em 3 a 5% das crianças, em muitas regiões diferentes do planeta aonde já foi pesquisado. Em mais da metade dos casos em que o TDAH foi identificado ele acompanha o indivíduo até a vida adulta, embora os sintomas de inquietude sejam mais controláveis do que quando a pessoa está na fase infantil ainda.

Sintomas de TDAH?

O TDAH se caracteriza por uma combinação de dois tipos de sintomas:

– Desatenção

A falta de atenção pode ser normal para algumas pessoas, mas quando ela tem TDAH na verdade esses episódios de desatenção são bem mais comum do que imaginam. A falta de atenção pode mesmo ser um grande problema, pois a pessoa pode cometer erros no seu dia a dia que podem gerar acidentes com ela e com terceiros, por isso, isso precisa de atenção.

2) Hiperatividade-impulsividade

O TDAH na infância geralmente começa a ser identificado quando a criança tem dificuldades na escola e no relacionamento com demais crianças, pais e professores.

É normal que as crianças não parem nenhum minuto quieta, mas isso tem um limite, passando desse limite acaba tendo problemas que prejudica a criança na escola e no processo de socialização.

Crianças e adolescentes que tem o TDAH podem apresentar mais problemas de comportamento, como dificuldades com regras e limites, dando problemas disciplinares sempre.

TDAH em adultos

Quando o TDAH acontece com adultos causa uma falta de atenção grande em coisas simples do cotidiano, como por exemplo, trabalho. Além disso, a pessoa tem problemas de memorização, sendo sempre muito esquecida. Além de esquecida a pessoa não para quieta nenhum minuto que seja.

O único momento que a pessoa adulta com TDAH relaxa é quando consegue dormir. Por causa do seu problema essa pessoa é considerada por muitos egoísta. É comum que a pessoa com TDAH tenha vícios, como com drogas e bebidas alcoólicas. Também é possível que a pessoa com TDAH tenha depressão ou crises de ansiedade.

Quais são as causas do TDAH?

Existem muitos estudos demonstrando que a prevalência do TDAH é semelhante em diferentes regiões do planeta, o que indica que o transtorno não é associado a fatores secundários, como a cultura, o modo como os pais educam os filhos ou resultado de conflitos psicológicos.

Portadores de TDAH têm alterações na região frontal e as suas conexões com o resto do cérebro. Essa região frontal é a responsável por controlar ou inibir comportamentos inadequados, dando a pessoa a capacidade de prestar atenção, memória, autocontrole, organização e planejamento.

Quem tem o TDAH tende a ter a região cerebral com um funcionamento de um sistema de substâncias químicas chamadas neurotransmissores com problemas. Existem causas que foram investigadas para estas alterações nos neurotransmissores da região frontal e suas conexões em quem tem TDAH.

Recomendados para você:



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA