Meu filho não me obedece e agora?

0

 

Ter um filho requer muita disposição para brincar, educação financeira para se organizar, mas acima de tudo, sabedoria na hora de educar. Há pais que acabam deixando o papel da educação apenas com a escola, mas é preciso ensinar dentro de casa, para que as crianças sejam obedientes dentro e fora do lar. Confira dicas para dizer não, ensinar e educar seu filho sem culpa.

Eduque seu filho sem culpa

Na hora de educar o filho, é comum que os pais tenham pena de dizer não ou castigar o filho quando se vê diante de uma mal criação. Os pais precisam se posicionar, colocando limites que mostrem à criança quem está no comando.

A maioria dos pais tem medo de dizer não e acaba permitindo tudo, com medo de desagradar os filhos. É sempre mais difícil dizer não a quem se ama, mas fazer isso pode ter conseqüências positivas para a vida do filho. É preciso saber falar não, mas sem ser agressivo e, sobretudo, explicar o motivo.

Acesse e saiba mais informações: Como Educar os Filhos

Esteja preparado para impor ordens

Dar carinho não é deseducar. Mas os pais precisam mostrar autoridade com firmeza para que a criança sinta quem está dando as ordens. Por exemplo, os pais precisam dar orientações e ser firmes, mostrando autoridade sobre o filho. Muitos pais perguntam aos filhos o que eles querem fazer, mas na verdade, o pai deve determinar, por exemplo, a hora de a criança dormir e o que ele vai comer.

Na hora de impor ordens, evite se desgastar com muita explicação, adulando seu filho, pois assim economiza seu tempo e energia e mantém a sua dignidade como pai ou mãe. O seu filho precisa saber que tudo o que você pedir ou mandar ele fazer é para o bem dele, sem questionamentos.

educação dos filhos
Meu filho não me obedece e agora? Imagem:divulgação

Ao pedir algo, espere até que a criança reaja. Caso ele ignore seu pedido, pare tudo e vá até seu filho, dizendo a mesma coisa que disse antes, mas de forma mais enérgica. Para mostrar o controle, fale e olhe nos olhos do seu filho.

Se mesmo assim não adiantar, separe seu filho do convívio da família, levando-o ao quarto e negociando que ele só volta à sala, por exemplo, quando fizer o que você pediu. Quando não for possível isso, se mantenha firme e não abre concessões até que seu filho atenda ao que você pediu a ele. Lembre-se de não sorrir ou demonstrar felicidade, até que ele faça o que lhe foi mandado.

Acesse e saiba mais informações: Mães que educam os filhos

Respeite a criança

Em todo o processo de educar o filho, é preciso formar uma geração forte que saiba o que é autoridade, mas em todo esse processo a criança deve ser respeitada. Espancar a criança e lhe negar o que é seu por direito (como a proteção, alimentação e moradia) não é o caminho aconselhável.

reprimir os filhos
Meu filho não me obedece e agora? Imagem:divulgação

Há crianças que aprendem através das punições, mas a maioria pode se tornar ressentida e se irritar. Além disso, com o tempo a criança pode aprender como agüentar os castigos, perdendo qualquer força de autoridade dos pais.

Acesse e saiba mais informações: Meu filho não come direito. E agora?

Preste atenção quando seu filho fala

É preciso criar relações mais próximas com o seu filho e saber quais são as suas necessidades e vontades. Cada criança tem uma personalidade e é preciso levar isso em conta na hora de aplicar um castigo ou punição, pois há crianças mais tímidas, carentes, inseguras e com forte tendência à tristeza, essas precisam ser monitoradas e ajudadas.

De modo geral, quando falar com seu filho, mostre autoridade, mas com delicadeza, para que ele se sinta respeitado. Gritos e ameaças não levarão a lugar algum. É preciso que a criança tenha temor e respeite o pai pelo que ele é e não por medo.

Recomendados para você:



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA