Como lidar com o Autismo Infantil na escola

0

 

O professor deve sempre buscar e manter contato visual com aluno, estimular a comunicação, propor atividade inclusivas com toda a turma, propiciar e mediar as brincadeiras entre o grupo, usar sempre uma linguagem simples, clara e firme.

como-lidar-com-o-autismo-infantil-na-escola
Como lidar com o Autismo Infantil na escola. Imagem: divulgação

Utilizando todos os recursos disponíveis para ensinar, computadores, livros, músicas, observando os interesses da criança, e utilize-os como motivadores para facilitar a aprendizagem, penetre no mundo autista para entender como esta criança aprende. Para muitas destas crianças o estímulo auditivo, visual ou tátil pode ser muito reforçador e controla o comportamento de atenção da criança durante as atividades.

Acesse e saiba mais informações: TDA e TDH qual a diferença?

O que é Autismo?

O Autismo, que também pode ser chamado de Transtorno do espectro autista, pode ser associado com deficiência intelectual, dificuldades de coordenação motora e de atenção e, às vezes, as pessoas com autismo têm problemas de saúde física, tais como sono e distúrbios gastrointestinais e podem apresentar outras condições como síndrome de deficit de atenção e hiperatividade, dislexia ou dispraxia.

tratamento-do-autismo
Como lidar com o Autismo Infantil na escola. Imagem:divulgação

Na adolescência podem desenvolver ansiedade e depressão. Algumas pessoas com TEA podem ter dificuldades de aprendizagem em diversos estágios da vida, desde estudar na escola, até aprender atividades da vida diária, como, por exemplo, tomar banho ou preparar a própria refeição. Algumas poderão levar uma vida relativamente “normal”, enquanto outras poderão precisar de apoio especializado ao longo de toda a vida.

O autismo é uma condição permanente, a criança nasce com autismo e torna-se um adulto com autismo. Assim como qualquer ser humano, cada pessoa com autismo é única e todas podem aprender.

o-que-e-autismo
Como lidar com o Autismo Infantil na escola. Imagem:divulgação

As pessoas com autismo podem ter alguma forma de sensibilidade sensorial. Isto pode ocorrer em um ou em mais dos cinco sentidos – visão, audição, olfato, tato e paladar – que podem ser mais ou menos intensificados. Por exemplo, uma pessoa com autismo pode achar determinados sons de fundo, que outras pessoas ignorariam, insuportavelmente barulhentos. Isto pode causar ansiedade ou mesmo dor física.

Alguns indivíduos que são sub sensíveis podem não sentir dor ou temperaturas extremas. Algumas podem balançar rodar ou agitar as mãos para criar sensação, ou para ajudar com o balanço e postura ou para lidar com o stress ou ainda, para demonstrar alegria.

seu-filho-tem-tda-saiba-como-lidar
Como lidar com o Autismo Infantil na escola. Imagem:divulgação

A doença não apresenta cura, mas estudos realizados nos Estados Unidos em 2010 chegaram a resultados próximos, mas ainda não existem medidas de tratamento ou medicamentos que possam garantir a cura da doença.

Acesse e saiba mais informações: Falta de atenção como melhorar

Quais são os sintomas do Autismo Infantil?

Os sinais do autismo infantil já podem ser observados na criança pelos pais entre os 2 e 3 anos de idade, pois a criança autista tem características muito específicas e pode apresentar alguns comportamentos “estranhos” que chamam muito a atenção.

Normalmente os pais, avós e professores da creche ou do jardim de infância são os primeiros a desconfiar do autismo quando a criança parece que fica parada no tempo, sem ter nenhum tipo de interação com outras crianças ou brinquedos.

caracteristicas-do-autismo
Como lidar com o Autismo Infantil na escola. Imagem:divulgação

Quando este comportamento se torna frequente ou quando a criança também apresenta outros sinais como ficar se balançando para frente e para trás o tempo todo, os pais devem ficar desconfiados e observar os comportamentos da criança e em caso de suspeita, levar a criança imediatamente ao pediatra.

Acesse e saiba mais informações: O que é TDA/H?

Autismo infantil, como tratar?

O tratamento do autismo varia de uma criança para outra porque nem todos são afetados necessariamente da mesma forma. De forma geral é necessário recorrer a diversos profissionais de saúde como médico, fonoaudiólogo, fisioterapeuta e psicopedagogo, sendo muito importante o apoio da família para que os exercícios sejam realizados diariamente, melhorando assim as capacidades da criança.

Este tratamento deve ser seguido por toda a vida e deve ser reavaliado a cada 6 meses para que possa ser adequado às necessidades da família.

Recomendados para você:



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA