Alimentação infantil – Entenda mais sobre isso!

0

 

Para ter um satisfatório crescimento e desenvolvimento do corpo humano são necessárias atitudes que colaborem para tal resultado, como fazer boa alimentação e consumo correto de nutrientes. Para as crianças, esse cuidado deve ser ainda maior, já que a alimentação é um dos requisitos para o crescimento contínuo dos pequenos.

A alimentação na infância se inicia a partir da amamentação do recém-nascido – período até os 2 anos ou mais – e segue depois dos 6 meses, quando ocorre a introdução de outros alimentos em sua nutrição.

alimentacao-infantil
Alimentação infantil. Imagem:divulgação

É importante que as refeições transmitam sensação agradável e não seja um momento de obrigação a fim de que a criança adquira o bom hábito e se alimente de forma adequada, em horário controlado e com cardápio equilibrado.

O consumo de nutrientes contidos em alimentos como legumes, frutas (de preferência com casca, pois nesta está uma fonte de fibras) e cereais, em quantidade balanceada, além da ingestão de água, produz um alto rendimento para o desenvolvimento físico e mental da criança.

Acesse e saiba mais informações: Como educar filhos rebeldes

Cardápio bebê a 1 ano e 6 meses                   

Desde o nascimento até os 6 primeiros meses, o recomendado é que seja fornecido apenas o leite materno já que é suficiente no provimento de meios para o combate às doenças.

Caso não seja possível alimentar a criança com o leite da amamentação, existem produtos industrializados com a finalidade de suprir essa necessidade. Por outro lado, durante esses primeiros meses, bebidas como chá e suco não estão entre os alimentos adequados para alimentação nessa fase de vida.

cardapio-bebe-a-1-ano-e-6-meses
Cardápio bebê a 1 ano e 6 meses. Imagem:divulgação

Após os seis meses, outros alimentos podem ser introduzidos no cardápio do bebê, com o objetivo de fornecer nutrientes necessários para seu crescimento e desenvolvimento, como frutas, verduras, arroz e feijão, todos em forma de papa.

Durante as primeiras alimentações com o novo cardápio, a criança pode sentir repulsa ao novo alimento por ainda não ter experiência com o novo paladar. Nesse período de transição, a amamentação poderá continuar como forma de amenizar a diferença de sabores que a criança está experimentando.

cardapio-bebe-a-1-ano-e-6-meses
Cardápio bebê a 1 ano e 6 meses. Imagem:divulgação

A partir dos 12 meses o organismo da criança começa a demandar um aumento na quantidade de carboidratos ingeridos para um bom desenvolvimento do crescimento. Segue abaixo algumas sugestões de alimentos para a criança dessa fase:

  • – fruta em pedaços pequenos
  • – pequenos pedaços de pão torrado
  • – sopa de legumes
  • – carne/peixe cozidos ou grelhados desfiados

Acesse e saiba mais informações: Bebe engasgou o que fazer?

Alimentação infantil de 0 a 5 anos

A criança já passa a ter maior controle sobre seus movimentos e começa a tentar alimentar-se com as mãos. Daqui em diante, as escolhas de alimentos começarão a ter influência na formação do paladar. Portanto, é importante que os pais ofereçam uma boa diversidade de alimentos com o intuito de contribuir para uma experiência rica e engrandecedora por parte da criança.

alimentacao-infantil-de-0-a-5-anos
Alimentação infantil de 0 a 5 anos. Imagem:diuvlgação

Ferro e cálcio são importantes para o desenvolvimento da criança e podem ser encontrados em grupos de alimentos como frutas, legumes, leite e derivados, carne e peixe. É importante também evitar alimentos muito processados, pois os dentes já estão em formação e se faz necessário que a criança pratique a mastigação dos alimentos.

As saladas (frutas e legumes) são bastante utilizadas pelo fato de agregarem vários alimentos e, portanto, vários nutrientes.

alimentacao-infantil-de-0-a-5-anos
Alimentação infantil de 0 a 5 anos. Imagem:divulgação

Outro aspecto interessante é que as crianças começam a observar as texturas de cores e isso pode ser utilizado na alimentação. Pedacinhos de vegetais servidos sobre torradas e frutas de diferentes cores são formas simples de melhorar o visual da refeição.

Segue abaixo algumas sugestões de alimentos para a criança dessa fase:

  • – peito de frango cozido ou grelhados cortado em pedaços pequenos
  • – salada de frutas ou de legumes
  • – legumes coloridos cozidos (podendo ficar crocantes com o pouco cozimento)
  • – arroz, feijão e derivados do leite
  • – alimentos doces devem ser limitados para reduzir o risco de problemas dentários

Acesse e saiba mais informações: Veja como evitar o sono infantil agitado

Alimentação infantil de 5 a 10

Com o avanço na prática da alimentação, a criança já adquiriu condições suficientes para desfrutar de comidas mais próximas da maior idade. Vale ressaltar que alimentos ricos em açúcar e gordura devem ser evitados a fim de preservar o paladar de maus hábitos alimentares e combater a obesidade infantil.

alimentacao-infantil-de-5-a-10
Alimentação infantil de 5 a 10. Imagem:diuvlgação

Frutas inteiras (de preferência com casca), legumes em pedaços maiores, carne, frango, peixe, arroz e semelhantes podem ser usados para dar continuidade ao processo de boa qualidade alimentícia que está se formando. Nesses alimentos são encontrados nutrientes importantes para essa fase nos quais estão inclusos ferro, cálcio e vitamina C.

Segue abaixo algumas sugestões de alimentos para a criança dessa fase:

  • – mingau de leite + cereal + fruta
  • – torrada + geleia
  • – arroz + feijão + frango grelhado + salada
  • – leite + biscoito (sem recheio)
  • – suco natural de frutas
  • – iogurte + cereais
  • – gelatina de fruta
  • – cereais + frutas secas

Recomendados para você:



SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA